24 de setembro de 2015

Review: OneRepublic em São Paulo 20.09.15

No último domingo, 20 no Espaço das Americas aconteceu o show da Banda norte-americana One Republic. O Vocalista, Ryan Tedder, compôs também hits como "Halo" da Beyoncé.

Antes do show começar, verifiquei no celular se os ingressos já tinham sido esgotados, mas, uma hora e meia antes do show começar ainda tinha ingresso da pista premium (inteira); mezanino (inteira); e pista (meia e inteira);

Da pra enxergar na foto a grade que divide a pista comum da premium.
Os portões abriram as dezoito horas, mas, como só cheguei lá um pouco mais tarde do que isso, não sei dizer se atrasaram ou não; já o show, também não posso dizer se houve atrasos, uma vez que o relógio era a última coisa que estava prestando atenção.

No entanto, demorou um pouquinho para que os telões fossem ligados, o que me assustou, porque por um segundo, imaginei que ficariam desligados durante todo o show impossibilitando a minha visão. Que, apesar de estar na grade da pista, ainda tinha muitas cabeças na minha frente (na premium) me atrapalhando rs.

Como se já era de esperar por causa que aqui em SP haveria um tempo maior de show do que no Rock in Rio, algumas alterações na setlist foram feitas. Acrescentando What you wanted - que foi uma música composta para o filme A Culpa É Das Estrelas -, Feel Again e Budapest do George Ezra.

O show se deu inicio com Light It Up, e logo depois apareceu um violoncelo e um violino no palco para continuarem o concerto com Secrets. 

Talvez um dos melhores momentos foi quando começou a tocar Good Life, onde, no telão, imagens de pontos turísticos começaram a aparecer. O MASP surgiu no telão no fundo e eu surtei um pouquinho, considerando que havia passado no mesmo museu no dia anterior.
Foi, infelizmente, a melhor foto que conseguia da performanece Good Life. 
Consegui gravar um pouco do show, mas parece que o som do meu celular ficou muito ruim.- e infelizmente não consegui editar alguns vídeos que estão de ponta cabeça rs -
 E também, não posso esquecer de mencionar que I lived foi a última música da série musical "Glee". Por acompanhar a série desde 2012, surtei mais ainda quando eles começaram essa música.


"I owned every second that this world could give I saw so many places, the things that I did yeah with every broken bone I swear I lived"

(Aliás, até que consegui gravar bastante o show, levando em consideração o fato de meu celular ter uma memória pequena.)


Só consegui gravar trinta segundos de Good Life :(  No entanto, gravei dois minutos de Feel Again! 
Veja o vídeo aqui:


Ryan se arriscou ao dizer algumas palavras em português como “saúde” “português” “obrigado” e “eu te amo”. Além disso, algum fã acabou jogando uma bandeira no palco que ele pegou e disse que a nossa bandeira era muito bonita e que bandeiras não deveriam ficar ao chão e logo depois apoiou a bandeira em cima de um equipamento no palco.  

Ok, e para encerrar, fica aqui o meu desabafo sobre a pessoa que teve a ideia estúpida de levar duas velinhas e acendê-las durante o show, sério. Qual era o problema dessa pessoa? Me desculpem pela grosseria, mas realmente fiquei preocupada.  Se algo tivesse acontecido, poderia ser um estrago dos grandes.

Pelo visto, a pessoa tinha uma "boa intenção" ao levar as velas de aniversário para o Zach (integrante que fez aniversário no dia do show)  mas, não passou nem pela cabeça do ser humano que  aquelas duas velinhas de aniversário acessas poderiam causar um caos.

E nem vou me perguntar como aquilo passou pela segurança.....

Comente pelo Facebook

2 comentários:

  1. Conhecia a banda apenas de nome, mas parece ser muito boa. Vou procurar algumas músicas :3

    Obs: Que pessoa em sã consciência leva velas pra acender num local cheio de gente? Não merece palmas, merece o Tocantins inteiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hei Jessé \o

      HUAHUAHUAHUAUAHUA essa piada do Tocatins nunca perde a graça!!!!

      Excluir